Teoria do Campo Minado em Jogos de FPS, como o CS:GO

Teoria do Campo Minado em Jogos de FPS, como o CS:GO
nov
13

Teoria do Campo Minado em Jogos de FPS, como o CS:GO

Você já jogou campo minado, certo?

– Não, Saver, nunca joguei.

Caso você não tenha jogado, talvez primeiro deva jogar algumas vezes antes de voltar para esta postagem.

– Certo, Saver. Já joguei! O que seria então essa aplicação, Saver?

 A melhor maneira de explicar isso é da seguinte forma: Você provavelmente já jogou campo minado no windows. Se você jogou certo você entendeu o princípio e fundamentos do jogo de que consiste em identificar todas as bombas no mapa, marcando com bandeirinhas, e ir clicando em locais onde não há bombas e assim vencer com todas as bombas identificadas.
No campo minado você utiliza os números informados como fonte de informação sobre quantas bombas há nos quadrados ao redor.
Neste momento você pode ter percebido que há uma certa noção de posicionamento que deve ser aplicada no campo minado e pode ser comparada com o posicionamento no CS:GO. No início de uma rodada no campo minado você sempre faz um clique muito arriscado, que é responsável pela maioria das informações que você adquire sobre o posicionamento das bombas. No CS:GO você pode optar por ser passivo e esperar uma ação do time adversário ou arriscar a pegar esta informação inicial com um strafe e/ou um pre-fire. Neste momento você identifica o local de um ou mais inimigos numa região do mapa, o que poderia ser comparado à um número identificado no campo minado. Depois da primeira informação começa a ficar mais fácil. No campo minado você só precisa saber quantas bombas estão numa região para saber que uma outra região estará livre, e no CS:GO é justamente este tipo de noção que você aplica. Quando seu time te passa informações que há 4 jogadores disputando uma região do mapa, se torna óbvio a análise de que há apenas um jogador em outra região a ser disputada. Com um pouco de noção de jogo isto te faz criar uma jogada que pode muito bem pegar seu inimigo desprevenido, principalmente você sabendo que ele estará sozinho ou até mesmo não estará numa região em que você está disputando.
Neste caso o mais importante a ser avaliado é a veracidade da informação. Você tem que ter certeza de que a informação que seu companheiro de equipe passou está correta. “ACHO” não ajuda nada, é preciso saber se é ou não é realmente. Quando você erra informação no campo minado, você perde, não no momento, mas em algum momento após você acaba clicando na bomba que te elimina graças aquela informação errada. Imagine que você é um CT defendendo o bomb B na Inferno numa partida sem mortes. Um companheiro de equipe avisa que todos os terroristas estão entrando no bomb A. Sua reação ser o mais rápido possível e avançar pela “banana” para pegar seus inimigos de costas enquanto outro CT que estava junto com você dá back pela base CT. Sem demorar muito e nem chegar perto do objetivo você recebe um headshot enquanto passava com a faca na mão em uma região totalmente aberta do mapa. 2 terroristas que estavam esperando avanço na caverna avançam e dominam o bomb site que você estava, plantando a bomba e enquanto lentamente os outros 3 terroristas abandonam o bomb A e vão defender a bomba. A informação de que todos os terroristas estavam no A foi errada, custando o round. Por isso todas as informações passadas devem ser certeiras. Se você não tem certeza se ouviu algo, identifique sua dúvida e procure resolve-la com wallbangs, granadas ou aguardando sinais. Nunca fique com dúvidas. Também é necessário identificar o tempo da informação com o tempo de tomada de decisão. Não adianta seu companheiro de equipe falar que há 5 terroristas no bombsite da A, você demorar 15 segundos para dar retake e esperar que os 5 terroristas estejam sentados te esperando no bombsite. A todo momento os jogadores estão se movendo. Seu inimigo provavelmente já saiu da posição que estava na hora que seu colega te informou, ele pode estar indo para qualquer direção neste momento. Imagine onde ele pode estar e antecipe sua jogada, pois a informação ao ser passada já está praticamente “fora do prazo de validade”.

E você, já utilizou este conceito ingame? Comente como você aplica ele!

Deixe um Comentário

:D